Receita Federal amplia prazo para informar beneficiário final

Receita Federal amplia prazo para informar beneficiário final

Na última semana de 2018, às vésperas de finalizar o prazo estipulado, a Receita Federal ampliou o prazo para informar o beneficiário final, passando para 180 (cento e oitenta) dias, a contar da data da vigência da nova Instrução Normativa n.º 1.863/2018.   

Esta instrução revogou a anterior (IN/RFB 1.634/2016) e, além do prazo, trouxe duas outras importantes alterações. A primeira delas refere-se às entidades nacionais. A partir de agora, deverão entregar esta declaração sob pena de ter o CNPJ suspenso, penalidade esta que já estava prevista no caso de entidade estrangeira.                     

Com a suspensão do CNPJ, as entidades ficam impedidas de transacionar com estabelecimentos bancários, inclusive quanto à movimentação de contas correntes, realização de aplicações financeiras ou mesmo, obter empréstimos.

 A segunda importante alteração refere-se aos novos requisitos impostos às sociedades anônimas de capital aberto, para serem desobrigadas de apresentar o beneficiário final e, bem assim, à extensão da exceção às suas controladas. Assim, a IN/RFB 1.863/18 estabelece novos critérios, a saber:

 –  Que as ações sejam negociadas em mercado regulado por entidade reconhecida pela CVM do Brasil (Comissão de Valores Mobiliários), cuja lista está disponível em seu site;

– Estejam em jurisdições que exijam a divulgação pública dos acionistas considerados relevantes;

– Que não sejam residentes ou domiciliados em jurisdições com tributação favorecida ou estejam submetidas a regime fiscal privilegiado.

 A forma de apresentação da documentação permanece inalterada, ou seja, mediante dossiê digital de atendimento em qualquer unidade da Receita Federal, através de agendamento prévio.

 Estamos à disposição para atendê-los.

 Atenciosamente,

 Eliete Carvalho
Anderson Santos

55 11 3526-7000
paralegal@abordin.com.br

2019-02-07T11:06:03+00:00 Insider|