Sistema Pix

Sistema Pix

São Paulo, outubro de 2020.

A partir de 5 de outubro de 2020, o Banco Central do Brasil disponibilizou o Sistema PIX, como um novo meio de pagamentos instantâneos em transações digitais no Brasil.

O Sistema possibilita que uma ordem de pagamento seja efetuada em tempo real, sem a necessidade de intermediadores e a baixo custo. O PIX visa ser uma inovação frente a TED e ao DOC, funcionando 24 horas por dia e 7 dias por semana.

Este aplicativo está integrado aos serviços já oferecidos pelos Bancos, Fintechs e Estabelecimentos Comerciais, podendo utilizar o Internet Banking para transferências.

Não será preciso informar número de conta e agência para iniciar uma transferência, bastando informar a Chave PIX. Esta chave pode ser um CNPJ, CPF, número de telefone celular ou endereço de e-mail. O usuário poderá ter também seu próprio QR Code, o que possibilitará pagamentos por meio de aproximação.

O cadastro da chave PIX deverá ser realizado nas Instituições Financeiras na qual o usuário já tem conta, durante o mês de outubro e o início da utilização se dará em novembro.

A utilização do PIX custará um centavo a cada 10 transações. Há também preços diferenciados para pagamentos agendados ou para liquidações durante a madrugada.

O Banco Central, no entanto, deixará livre para cada instituição definir se e como repassará esse custo aos clientes. Como meio de tranquilizar empresas e o cidadão, o BC avisa que irá monitorar eventuais violações ao direito do consumidor por conta de cobranças abusivas.

A ABordin, através de sua Área de Gestão Financeira, se coloca à disposição para elucidar dúvidas que ocorram no uso do Sistema PIX, bem como, apoiar todos os nossos clientes na implantação desta ferramenta.

Atenciosamente,

Cibele Carvalho – cibelecarvalho@abordin.com.br

Fonte: https://www.bcb.gov.br/estabilidadefinanceira/pagamentosinstantaneos

2020-10-06T15:20:06+00:00 Insider|